“Cuidar-se é seu maior charme”, uma frente de combate ao câncer

Postado em 17 de outubro de 2015

A Nutrivigor apoia o Outubro Rosa

Por Thaís Nascimento*:

“Vamos nos cuidar, pessoal! Conhecer nosso próprio corpo é uma experiência íntima muito especial e prazerosa”

Nesses meses de outubro e novembro o mundo todo fala sobre prevenção ao câncer, mas sabemos que a preocupação com este mal deve ser frequente e, muitas vezes, é resultado de nosso próprio comportamento inadequado à mesa, por exemplo. Nossa dieta contemporânea tem se tornado cada vez mais prejudicial à manutenção de uma boa saúde.

Existem alguns alimentos que apresentam concentrações significantes de agentes cancerígenos e devem ser evitados, pois o consumo frequente e/ou a longo prazo dessas substancias acarretam a doença.

O QUE EVITAR?

- Nitritos e Nitratos – substâncias utilizadas na conservação de alimentos, tais como, picles, salsichas, alguns enlatados e embutidos que, reagindo em nosso estômago, transformam-se em nitrosamina, componente de ação carcinogênica potente, responsável por altos índices de câncer de estomago, por exemplo.

- Defumados e Churrasco – esses alimentos são impregnados pelo alcatrão proveniente da fumaça do carvão, também encontrado na fumaça do cigarro. Além do alcatrão, a substância amina heterocíclica (casquinha crocante formada na superfície da carne do churrasco) se unem ao DNA, podendo provocar mutações cancerígenas.

- Sal utilizado como conservante – encontrados na carne de sol, charque, peixes salgados, bacalhau, entre outros; estão relacionados ao desenvolvimento de câncer e pode ser pior quando se unem à nitrosamina (substancia de ação cancerígena) produzida neste caso pela fermentação da exposição das carnes ao sol.

- Alimentos preparados em alta temperatura – tais como frituras, churrascos, grelhados, que também estão associados ao colorretal. Prefira cozimento por baixa temperatura, como vapor, fervura, pochê, ensopado, guisado, cozido ou assado.

Ou seja, de modo geral são dietas pobres em fibras, hipercalóricas e com altas quantidades de gordura. O consumo exagerado de carnes gordas faz com que ocorra a liberação excessiva de ácido pelo estomago e fígado, provocando a corrosão das paredes do intestino, podendo então levar ao câncer de cólon ou reto, por exemplo.

Mas não somente uma dieta ruim pode trazer esse mal para a vida das pessoas, mas muitas vezes o próprio processo de produção ou armazenamento de um alimento que compramos depois, nas prateleiras do supermercado, pode ser o vilão. O câncer no fígado, por exemplo, ocorre principalmente devido ao consumo de grãos e cereais com armazenamento inadequado, no qual favorecem os fungos (Aspergillus Flavus) que produzem toxina aflatoxina, a substancia cancerígena neste caso. Por isso a importância de se conhecer bem o produto que consumimos, desde o seu processo produtivo.

O câncer de mama, veja só, dentre tantos fatores que o justificam, um deles é exatamente o hormônio usado para incentivar o crescimento de animais como o frango, nas granjas.

 

"Cuidar-se é seu maior charme", uma frente de combate ao câncerO QUE COMER PARA EVITAR O CÂNCER?

Assim como existem os alimentos que influenciam o desenvolvimento do câncer, também há aqueles que previnem.

Principalmente frutas, verduras, legumes e cereais integrais que apresentam vitaminas, fibras, antioxidantes, dentre outros compostos que atuam na defesa do organismo.


Feijão e Cereais
– apresentam compostos como fitoestrogênios, isoflavonas e lignanas, que reduzem o estrogênio.


Tomate
– possui o licopeno, que protege contra tumores de pulmão, próstata e estômago.


Soja e Linhaça
– os fotoquímicos, como isoflavonas (genisteína, dadzeína), encontrados na soja, lignanas (matairesinol, secoisolariciresinol) encontrados na semente de linhaça e terpenos, encontrados em frutas cítricas, e carotenoides, possuem papel importante na prevenção contra vários tipos de câncer.

Laranja, limão e romã - auxilia na prevenção e tratamento de câncer por inibir a transformação de conservantes e corantes em substâncias cancerígenas.

 

EXAMES DE ROTINA E ROTINA DE PREVENÇÃO

- Câncer de Colo de Útero: Mulheres acima de 20 anos precisam realizar o exame Papanicolau todo ano.
- Câncer de Mama: Mulheres devem realizar o autoexame regularmente, exame clínico todo ano, e mamografia quando solicitado pelo médico.
- Câncer de Próstata: exame de toque retal e de sangue PSA todo ano em homens acima de 40 anos.
- Câncer de Pele: Em caso de histórico familiar, consultar dermatologista para examinar anualmente as pintas existentes e todos devem evitar sol entre 10 e 16 horas, utilizando sempre protetor solar.
- Câncer de Pulmão: Consultar periodicamente o médico em caso de histórico familiar e eliminar o cigarro.
- Câncer de Cólon e Reto: Atentar-se a qualquer sangramento retal, buscar orientação de um gastroenterologista para diagnóstico preciso.

 

REFERENCIAS

YAMASHITA, C., SARKIS, K.S. Alimentação saudável: a sua importância na qualidade de vida e na prevenção de doença. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

MAHAN, L. K., ESCOTT-STUMP, S. Krause: Alimentos, Nutrição e dietoterapia. Rio de janeiro: Elsevier, 2010.

SALGADO, J. M. Guia dos Funcionais: dieta alimentar para manter a saúde e evitar doenças. São Paulo: Ediouro, 2009.

 

*Thaís Nascimento: Nutricionista (CRN 3-8992) e Diretora de Operações da Nutrivigor.

Comments are closed.